Lunes, 16 Septiembre, 2019

De la solidaridad

III Convocação ao Encontro Anti-imperialista de Solidariedade, pela Democracia e contra o Neoliberalismo. Havana, 1 a 3 de novembro/ 2019

O Encontro Anti-imperialista de Solidariedade, pela Democracia e contra o Neoliberalismo acontecerá em Havana de 1 a 3 de novembro do presente ano, organizado pelo Instituto Cubano de Amizade com os Povos (ICAP), a Central de Trabalhadores de Cuba (CTC), junto ao Capítulo Cubano dos Movimentos Sociais e a Jornada Continental pela Democracia e contra o Neoliberalismo.

A realização do Encontro em Havana expressa a decisão da Revolução Cubana de responder à reivindicação da esquerda política, a esquerda social e o Movimento de Solidariedade a Cuba de que nosso país continue sendo um ponto de encontro das lutas dos povos em nosso continente.

Propomos que o evento seja uma contribuição real ao confronto à atual ofensiva contrarrevolucionaria do imperialismo norte-americano, em busca da mais ampla unidade possível das forças de esquerda da região e ao fortalecimento da solidariedade militante com as causas justas que defendem os povos. Na atual conjuntura política, marcada pela agressividade da administração Trump, se buscarão novas vias para reforçar a solidariedade com estas causas, principalmente em nossa região.

Em novembro se fará presente também em Havana uma heterogênea representação de Estados Unidos e Canadá, amigos que sempre se tem colocado ao lado da justiça e que desde o triunfo da Revolução Cubana tem sido solidários com nosso povo. Contaremos também com importantes figuras da intelectualidade, comprometidas com as lutas libertadoras dos povos.

A crescente hostilidade contra Cuba e demais países da região, a perseguição judicial de líderes progressistas, a imposição do neoliberalismo reciclado, são traços típicos da atual política norte-americana para América Latina e o Caribe que acordam a capacidade de luta dos povos latino-americanos e caribenhos.

Da mesma forma, a mobilização para a ocasião de centenas de lutadores sociais, líderes políticos, intelectuais, camponeses, mulheres, indígenas, ativistas da solidariedade, entre outros; se constituirá em um formidável impulso à resistência heroica do povo cubano, empenhado em derrotar a Lei Helms Burton, o bloqueio e levar adiante a atualização de seu modelo de desenvolvimento econômico e social.

Frente ao pessimismo e à submissão de alguns, os participantes do Encontro anti-imperialista de solidariedade responderão com o fortalecimento da moral de luta e a convicção profunda de que os povos de América Latina e do Caribe continuarão marchando para sua segunda e definitiva independência.

O Comitê organizador do Encontro Anti-imperialista de Solidariedade, pela Democracia e contra o Neoliberalismo, convoca a um evento que reafirme as melhores tradições de hospitalidade do povo cubano e seu compromisso com a independência, a justiça, a paz e a fraternidade entre os povos.

Projeto de Programa

Sexta-feira, 1ro de novembro de 2019

09:00 - 09:30: Inauguração do evento. Homenagem a Fidel.

09:30 - 10:00: Intervenções do Companheiro Fernando González Llort, Heroi da República de Cuba, Presidente do ICAP e do Comitê Coordenador do evento, de um representante da Jornada e do Movimento de Solidariedade com Cuba.

10:00 - 10:15: Projeção de audiovisual sobre Cuba, sua política exterior e a solidariedade.

10:15 - 10:45: Intervenção do MINREX: Política exterior de Cuba no contexto regional. Luta contra o bloqueio.

10:45 - 11:00: Recesso.

11:00 - 12:30: Painel: Desafios da esquerda no atual cenário regional ante a ofensiva imperialista.

12:30 - 13:30: Intercâmbio dos delegados com os palestrantes do painel.

13:30 - 15:30: Almoço.

15:30 - 16:30: Twitaço Anti-imperialista.

17:30: Saída para a Tribuna Anti-imperialista com os Comitês de Defesa da Revolução (CDR).

18:00 - 20:00: Tribuna Anti-imperialista com os CDR em apoio às causas justas.

20:30: Translado para os Alojamentos.

Sábado, 2 de novembro de 2019:

09:00 - 09:15: Apresentação material audiovisual de comunicação.

09:15 - 11:15: Painel: Desafios para uma articulação solidária de nossas lutas.

11:30 - 13:30: Almoço no Palácio das Convenções.

14:00 - 18:00: Trabalho em Comissões Temáticas, orientado aos Planos de Ação.

• Comissão 1: Solidariedade com Cuba e demais causas justas.

• Comissão 2: Os povos ante o livre comércio e as multinacionais.

• Comissão 3: Descolonização e guerra cultural. Comunicação estratégica e luta social.

• Comissão 4: Juventudes: estratégias e continuidade em as lutas.

• Comissão 5: Democracia, soberania e anti-imperialismo.

• Comissão 6: Integração, identidades e lutas comuns.

18:00 - 20:00: Reunião de coordenação das articulações, plataformas, redes, Movimento de Solidariedade com Cuba e o Capítulo Cubano dos Movimentos Sociais.

20:30: Translado para os Alojamentos.

Domingo, 3 de novembro de 2019:

09:00 - 13:00 Processo de articulação em Plenária.

- Apresentação do trabalho em Comissões.

10.30 - 11:00: Recesso.

- Apresentação e Aprovação de Projeto do Plano de Ação.

13:00 - 15:00: Almoço no Palácio das Convenções.

16:00 - 18:00: Plenária de Encerramento dedicada a Fidel, Chávez e às causas justas.

- Apresentação e aprovação da Declaração Final.

- Momento cultural.

- Palavras de encerramento a cargo de um dirigente da Revolução.

18:00 - 20:00: Atividade cultural de clausura em El Bucán, Palácio das Convenções.

20:30: Traslado para os alojamentos

Os interessados deverão enviar sua confirmação de participação ao correio enc.jornada2019@gmail.com com cópia para o correio de AMISTUR ventas4@amistur.cu

REGISTO AQUI: https://siempreconcuba.wordpress.com/2019/09/15/ficha-de-inscricao-encontro-anti-imperialista-de-solidariedade-pela-democracia-e-contra-o-neoliberalismo/

Preços dos pacotes: https://siempreconcuba.files.wordpress.com/2019/09/prec3a7os-dos-pacotes-do-evento-de-solidariedade.pdf

Instituto Cubano de Amistad con los Pueblos © 2011
Dirección de Información y Análisis